A Ponte

Por: Renato Corrêa

Vídeo fantástico.
Retrata (e dialoga com possibilidades) os problemas da desigualdade social e preconceito.

É conhecido, para os que tem o mínimo poder de observação, que existem duas zonas oeste e sul em São Paulo. A divisão geográfica, marcada pela presença do rio Pinheiros, reflete também uma divisão econômica.

A partilha é simples: o mundo é diferente da ponte pra cá.

“Não adianta querer, tem que ser, tem que pá,
O mundo é diferente da ponte pra cá”

O acesso aos bairros periféricos é feito ao cruzar a marginal Pinheiros e seu rio. As pontes são largas, mas parecem impedir o acesso do poder público. Faltam escolas, hospitais, lazer e segurança.

Rio Pequeno, Zona Oeste. Foto de André Bonacin

Lapa, Zona Oeste. Google Imagens. Parece que estar do lado direito do rio faz a grama crescer mais verde... :)

O filme se concentra na zona sul, contando, enquanto nos faz refletir sobre as questões propostas, a história da “Casa do Zezinho“, ONG localizada entre os bairros do Jardim Ângela, Parque Santo Antônio e Capão Redondo.

Sem mais. Comentar qualquer coisa é chover no molhado. Assistam!

“A PONTE” 2006 / Direção: Roberto T. Oliveira e João Wainer

Anúncios
Etiquetado , , , , , , , , ,

2 pensamentos sobre “A Ponte

  1. luisxild disse:

    Essa divisão quase que “invisível” aos olhos do mundo urbano, acabou criando um dogma para nossas vidas.

    Bairros vizinhos possuem um contraste de valores imenso…

    Quase nenhum “periférico” anda na zona nobre e nenhum nobre anda na periferia, salvo raras exceções.

    O blues também deveria ser tocado na favela.

  2. Lanarsa disse:

    Gostei da proposta do blog.
    Texto direto e sucinto no velho estilo crítico – reflexivo com uma comparação meio que ‘óbvia e realista’ , mas também com aquela proposta de que ” uma imagem PODE valer mais que mil palavras.”
    Este contraste que você apresentou e explorou com benevolência não é nada mais do que a doce realidade contida, ou seja, todo mundo já sabe , continua sabendo e ninguém faz NADA para que haja uma mudança digna de esmeros.
    Resumindo, UMA ponte, DUAS realidades, essa é a nossa São paulo, esse é o nosso país.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: