Torcedor organizado é tudo vagabundo e violento!

Por: Renato Corrêa

Com espanto, deparei-me com um artigo intitulado “TORCIDA ORGANIZADA, FACÇÃO DISFARÇADA?” de autoria de Régis Santos Leão, à época estudante de direito. Peço licença ao autor para, dentro de meu pouco conhecimento em pesquisa, apontar algumas falhas evidentes em seu projeto.

O primeiro consiste no título. A associação evidente entre “torcida organizada” e “facção criminosa” é de senso comum, algo que o aluno deveria evitar a todo custo. A cultura popular, o senso comum, não é errado, mas as pesquisas utilizam-se de outros métodos, cientificamente mais calibrados.

Utilizo-me deste texto como um representante “melhorado” (aspas gigantescas) da opinião popular, comum e da mídia e não como uma crítica a ele – e só.

Quais são os argumentos do autor para estabelecer a relação “crime e torcida”?
O texto se inicia cometendo uma falácia, repetida por todos: “as pessoas transformam o esporte em uma paixão, e por isso cometem delitos”. Ora, o que é paixão, senão uma entidade abstrata que, costumeiramente, diz-se mover as vontades? A paixão então torna-se a responsável pela criminalidade?

Régis Santos Leão continua falaciando e replicando, de maneira superficialmente acadêmica, discursos do senso comum, sem ao menos mostrar de onde tira suas conclusões: “as organizadas não respeitam os direitos de outros cidadãos” (sic) e “muitas vezes os exageros chegam às infrações penais graves, como homicídios. As torcidas organizadas são em geral os focos desses problemas” (sic).

Ora, senhor Régis Santos, é isso mesmo que acabo de ler? As torcidas organizadas são focos de problemas como homicídios e outros crimes? CADÊ A FONTE!? DE ONDE VOCÊ TIROU ISSO!?

E prossegue: “não há possibilidade de se falar em torcida organizada (termo utilizado apenas no Brasil), sem se lembrar dos hooligans”.

Nossos "hooligans" brigando :) Pessoal do CONATORG...
Nossos “hooligans” brigando :) Pessoal do CONATORG…

O Sr. Leão continua impondo sua visão de mundo para o resto do planeta (traço típico de pensamentos preconceituosos), dizendo que, assim como alguns policiais e políticos, ele e a sociedade enxergam as torcidas organizadas como facções que utilizam o esporte para praticar seus atos de vandalismo.

Não pretendo cair em um embate acadêmico, mesmo porque minha formação é de área diferente ao nosso futuro legislador/advogado/etc Régis e, como pressuposto, pretende mostrar outras possibilidades no modo de enxergar a sociedade. Qualquer debate seria inútil mediante alguém que escreve (e finaliza seu texto): “É chegada a hora das autoridades começarem a punir com severidade, proibindo a presença dessas torcidas e desses torcedores no estádios, além de dissolver essas sociedades que deixam as paixões, e buscam se organizar para brigas confrontos” (sic) e utiliza como fonte a Wikipédia. — Meu deus, acaso exista algum, como temo alguns estudantes de direito!

Somados a outros conceitos populares sobre organizadas podemos dizer: TORCEDOR ORGANIZADO É TUDO VAGABUNDO E VIOLENTO.

Muitos devem estar concordando: “É VERDADE, É VERDADE”.
Entrego-lhes, então, algumas informações importantes.

Torcer não é crime!

Heloísa Reis, Doutora, socióloga e chefe do departamento de Estudos do Lazer, da Faculdade de Educação Física (FEF) da UNICAMP elaborou um estudo, compreendido também em seu livro “Futebol e Violência”, onde declama: As organizadas não são culpadas pela violência.

Ao definir um culpado — tese da qual partilho e a Drª. esplana em seu estudo — excluem-se todos os outros agentes causadores de tal violência. Culpabilizar as torcidas organizadas é deixar de olhar para onde nasce essa agressão.

Em uma de suas pesquisas (Quem São os Jovens Torcedores Organizados de São Paulo), Heloísa mostra que a grande maioria membros das organizadas é maior de 18 anos, 84,6% mora com o pai ou mãe, mostrando que são pessoas que participam de uma família que, por sua vez, é regida por determinada organização. Mais de 65% se declara cristão (para alguns isso pode ser sinal de moralidade etc.).

Na análise dos dados pôde ser visto que os torcedores organizados demonstram uma boa capacidade de compreensão dos motivos da violência relacionados ao futebol, convergindo com as pesquisas europeias. Ainda segundo a pesquisadora, dentro destes grupos apenas 2.8% das pessoas é desempregada, número muito abaixo da média nacional, mais de 8%. Pasmem os que dizem que são ignorantes, desocupados e não estudaram, mais de 80% tem entre 10 e 12 anos de escolaridade.

Além destes dados, os números mostram que, acima de qualquer outro torcedor, o organizado é o mais presente. Entre os pesquisados, 85% ia a um jogo, ao menos, por semana.

Mas afinal, quais as causas da violência?

Há o estado, que não oferece policiamento preparado para atuar em jogos. Há até mesmo jogadores e dirigentes, que incitam a violência com declarações impensadas. E há a própria imprensa, que na ânsia de encontrar respostas rápidas comete equívocos básicos com uma visão deturpada que não contribui para a superação do problema.
– Heloísa Reis

Como dissemos anteriormente: CULPAR AS ORGANIZADAS é tirar os olhos de onde realmente nasce o problema. A autora nos conta que todos os países que enfrentaram, de forma séria, o problema da violência em estádios, recorreram aos estudos acadêmicos e policiais e elaboraram políticas públicas subsidiadas nestes estudos.
Aqui não fazemos nada, só gritamos: É CULPA DAS ORGANIZADAS.

Em entrevista ao site “Casa do Torcedor”, Heloísa Reis conclui: “O que ocorre no Brasil é que a pouca seriedade das autoridades no trato da questão suscita sempre em um primeiro momento decisões arbitrárias e autoritárias da simples extinção delas.”

O esporte é um local onde podemos diluir as tensões que sofremos ao longo dos dias, das semanas, dos anos, possibilitando o aparecimento da violência. A violência surge de diversos fatores que vão minando a paciência das pessoas, não brota por praticar ou torcer em um esporte!

Não deixe que digam que a culpa é das organizadas. Não repita o que eles querem que você repita! Fazendo isso, você apenas irá tirar os olhos de quem são os maiores culpados pela violência: o poder público, a polícia, a falta de oportunidades, a falta de saúde, o desemprego etc.

Não podemos mais manter um pensamento retrógrado como o do aluno citado no começo do texto. Nós não acreditamos que REPRESSÃO vá diminuir a violência.

As organizadas podem ser muito úteis à sociedade. Tanto na prevenção da violência quanto na identificação de pessoas que causam transtornos.
Se elas podem se unir e conversar, por que o poder público não faz o mesmo?

Uma das maiores torcidas organizadas do país, conclamou em seu site:

“É tão evidente que o problema está na sociedade e não nas instituições, que todo final de semana tem tiroteio nas boates de playboys dos Jardins e nunca ninguém pensou em fechá-las. A culpa é das casas noturnas? Não. Então porque culpar as torcidas organizadas em uma situação idêntica?”

Qualquer pessoa que sentiu-se ofendida com o texto, donos das imagens (que foram localizadas pelo Google) etc. favor entrar em contato para retirada do material ou creditação das imagens.
Para maiores detalhes recomendo visita ao site http://www.conatorg.com.br

Anúncios
Etiquetado , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

21 pensamentos sobre “Torcedor organizado é tudo vagabundo e violento!

  1. Nádia Kameda disse:

    Renatuxo,
    Eu não li o artigo do tal cara, mas pelo título, ele não afirmou e sim interrogou, correto?
    É só uma pergunta mesmo, até porque, não li o conteúdo do artigo e não sei se no decorrer do texto ele afirmou. rs
    Beijocas…

  2. Augusto Martins (BANS) disse:

    EXCELENTE!

  3. Guilherme disse:

    é mais um caso tipico de ” o q alguns fazem d errado todos levam a culpa por isso”. Mas não posso deixar d dizer tb q em partes ele está certo, existem grupos d torcedores que sairam de suas torcidas organizadas originais e formaram suas proprias para poderem fazer as atrocidades q aparecem nos jornais.

    • Guilherme, realmente existem pessoas mau intencionadas nas organizadas, assim como existem nos hospitais, empresas, governo etc.

      Nunca pretendi dizer que não existem problemas nas T.O., mas sim que estes problemas não justificam a extinção e nem a generalização de todos os torcedores como vândalos, vagabundos e criminosos.

      Abraços.

      • Guilherme disse:

        Oi Renato..então, foi isso q eu quiz dizer. Por conta dessas meia-duzias q fazem besteira e a midia mostra na TV, eles generalizam. Eu nunca vi aparecer na tv q algumas Torcidas Organizadas são voluntarios no auxilio a causas assistenciais e até fazem doações de sangue.

    • francisco silveira disse:

      Lixo são vcs, cambada de vagabundos, os estadios estão vazios por causa de vcs,vocês não são apenas cancer para o esporte, mas também para a sociedade.facínoras e vagabundos, vagabuuuunnnnnndos.

  4. Vnunes disse:

    A violência entre torcidas organizadas vem conquistando destaque nas mídias, porém o que divulgam são o contrário à realidade das torcidas organizadas, constituídas em sua maior parte por um público pacífico… se a impressão dominante que impera é a de que os estádios são lugares de pancadarias, os vândalos passam a procurar os estádios para encontrar ali a pancadaria. Por outro lado, os torcedores pacíficos se afastam do campo por medo do pior acontecer… infelizmente esta é a realidade. A maioria é do “bem” e acabam levando “a fama” de criminosos e violentos…

    • francisco silveira disse:

      Olha o discurso deste vagabundo. ponha a camisa do São Paulo e passa perto da torcida dos gambas,da galinhada, ou da mancha pra vc ver, seu bobalhão!

      • Álison disse:

        Tenho certeza que se vc estiver com a camiseta do clube, mais que te xingar não vão fazer.
        Eu já saí do estádio (em Curitiba) com a camiseta do meu time no meio da torcida adversária e to aqui, não aconteceu nada comigo.

  5. Thiago Apolonio disse:

    TORCIDA ORGANIZADA naum sao vagabundos,vandalos,criminosos…sao apenas pessoas realmente apaixonadas pelo o time do coração…tem tantos crimisos,vagabundos na politica,nas empresas,em tudo…mais fala q trocedores organizados são vandalos e tals eh mais facil…TORCIDA ORGANIZADOS SÃO PESSOAS REALMENTE APAIXONADAS PELO SEU TIME DO CORAÇÃO !!!!

    • francisco silveira disse:

      A é, então leva eles p/ sua casa, seu tonto! Você já perdeu algum ente querido pra esta escória? não? então torça pra isto não acontecer, porque se acontecer você mudará seu conceito, seu torcedor “apaixonado por organizadas”

  6. Denis Henrique disse:

    Infelismente , isso é um problema Brasileiro, onde as tradições, e costumes
    perdem o valor pelo simples motivo de ser popular, se éssa “cultura” por algum motivo ser elitizada e apresentar os mesmos problemas que apresentam, isso seria maquiado do mesmo jeito que fazem com a própia politica Brasileira ou até mesmo mundial..

    Para tirar algum tipo de conclusão, e ter certeza do que está fasendo, é preciso vivenciar.

  7. Eduardo Mion disse:

    Acho que essa discussão tá bi-polar demais. Nela, ou a culpa é 100% das organizadas, ou é 100% do governo, sociedade, falta de oportunidade, etc. Pra mim, isso é conversa pra boi dormir dos dois lados – ambos querem simplificar o problema. Pra mim, a solução é a pessoalização das punições – não é a Gaviões ou a Mancha que brigam, é o João, o José ou o Joaquim. E as TOs deveriam, para seu próprio bem, ajudar na identificação desses manés.

    • Opa Eduardo, tudo bem?

      No post, em momento algum quis dizer que as organizadas não tem responsabilidade sobre atos de violência. Elas só não são as culpadas. É sutil, eu sei, mas é diferente.

      A culpa não é 100% de lado nenhum. A questão que me levou a escrever é: Culpar as organizadas é apenas um meio de tirar os olhos da verdadeira causa. A mídia, o governo e algumas pessoas públicas, replicando que as organizadas são as únicas culpadas pela violência, apenas tiram a responsabilidade deles mesmos nesta violência.

      Concordo plenamente com você (e acredito que o post deixa isso bem claro): As instituições não são culpadas por atos isolados de violência, mesmo que cometido por algum membro.
      As organizadas, como vc mesmo disse, podem, mediante diálogo com o poder público, ajudar DEMAIS em ações PREVENTIVAS e até identificado pessoas envolvidas em distúrbios.

  8. Luis Otávio ( tonico ) disse:

    Artigo muito bem escrito e fundamentado.
    Tomara Deus que alguns politicos e policiais nao queiram excluir a alegria das arquibancadas, porque já tentaram fazer isso em SP na decada de 90 e nao diminuiu em nada a violência, seria nao aprender com os seus erros.
    Esperamos que os autores de delitos sejam realmente punidos ( lugar de bandido é na cadeia mesmo ), como existe em qualquer lugar, sem repreender a instituiçao, que nao tem nada a ver com o que cada associado faz.

    AS ARQUIBANCADAS PEDEM LIBERDADE!

    Assinado: Luis Otávio ( tonico )
    Empresário, estudante de direito, casado, filho de uma familia bem constituida e como dizem alguns, VAGABUNDO com muito orgulho

    • francisco silveira disse:

      Fico imaginando o advogado que vc vai ser! po isso que esse meio perdeu toda a credibilidade. Ser VAGABUNDO COM MUITO ORGULHO? ORA NÃO VOU PERDER MEU TEMPO COM VOCÊ, VÁ PROCURAR O QUE FAZER, TÁ?

  9. Rafael disse:

    Renato,
    Gostei do seu texto. Sensato e ponderado.
    Mas eu te pergunto: como você classificação um cidadão que tem a capacidade de “chutar, socar, dar pauladas” em um outro cidadão desacordado? Ou, então, como você sugere que seja o nome de um grupo de pessoas que enfrentam um outro sozinho, de “vestes” diferentes??

    O problema é muito maior que a sociedade e o sistema. O governo têm sua parcela, mas o que vemos são casos de selvageria que trancendem o senso comum de sociedade. Não existe punição nesses casos. Não existe motivação. Não existe “lugar comum”…

    • Nino Corrêa disse:

      Olá Rafael, tudo bem?

      Um cidadão que tem a capacidade de chutar, socar, dar pauladas ou causar qualquer mal à outro cidadão é um criminoso, independente se ele é um torcedor organizado, um funcionário público, um cristão ou qualquer outra coisa.

      Não consigo, e nem posso, enxergar a violência como algo inato ao humano, só consigo vê-la como um produto do homem em determinado contexto, determinada cultura.

      Sem dúvidas acho que quem comete um crime deve ser responsável por ele e só. Só não acho justo, digno e humano que um grupo de pessoas pague pelo esteriótipo implementado por uma minoria. Torcedor organizado não é vagabundo, nem violento.

      Torcedor organizado não arrebenta uma outra pessoa, desacordada ou não. Quem faz isso é o humano, não o título que ele carrega, e só o humano deve ser responsabilizado por isso.

  10. Denis junior disse:

    Bando de modinha quando o time ganha ta lá com os dentes arreganhados rindo e falando que aqui isso aqui e aquilo vcs são todos modinha
    Sou torcedor organizado trabalho,tenho minha família e não e assim do jeito que vcs julgam
    #vida_longa_as_organizadas
    MAFIA AZUL a maior de MG 9°C.M.A👊🙅
    União e respeito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: